Jovem morto na Cajazeiras 10 participava de evento de som chamado Paredão

By on 5 de julho de 2016

Uma briga durante um “paredão de som” terminou com o assassinato de mais um jovem na noite do último domingo, 3, no largo do Setor 2, em  Cajazeiras 10, Salvador. A versão dada por moradores revela que Caio Winston Ferreira das Neves, 21 anos, ainda tentou fugir após ser baleado, mas foi perseguido e ferido novamente.

fala-cajazeiras00000

Foto Geter Leal | Fala Cajazeiras

Conforme os relatos, ele bebia com amigos em um barraca, quando se envolveu em uma confusão com um homem.  “Ele ficou provando o rapaz, procurando confusão. Aí o rapaz  sacou um  38 [revólver de calibre 38] e atirou. Ele correu e, logo depois, dois homens em uma moto foram atrás e atiraram nele de novo”, contou um homem.

Caio levou dois  tiros na cabeça, além de um tiro e uma facada em uma das pernas, de acordo com informações da assessoria de imprensa da Polícia Civil. “Antes do assassinato, os policiais [militares] estiveram  aqui e  mandaram diminuir o volume do som. Os caras obedeceram, mas depois que os  policiais foram embora, aumentaram de novo”, disse outro morador. Segundo ele, todo final de semana ocorre  ‘paredão de som’ no largo do Setor 2, a partir das 18h. “Sempre tem confusão”, completou.

Polícia ainda sem pistas

Moradores contaram que Caio morava na localidade de Cajazeira 9, também conhecida por Jardim das Mangabeiras. A reportagem não localizou nenhum parente dele.

A assessoria da Polícia Civil informou que as circunstâncias do crime, bem como a autoria e motivação, ainda são desconhecidas da polícia. O caso será investigado pela 2ª Delegacia de Homicídios (2ª DH/ Central), do Departamento de Homicídios (DHPP).

Nesta terça-feira, 5, faz um mês que a estudante Vanessa Silva Santos da Natividade, 21 anos, foi assassinada com um tiro no tórax, quando participava de uma festa com ‘paredão de som’ na Rua São Cristóvão, em Sussuarana Velha. Ela morreu no local. A jovem foi baleada durante uma troca de tiros entre traficantes rivais, conforme versão da polícia.

 

Informações A TARDE | Foto: Geter Leal Portal Fala Cajazeiras

4 Comments

  1. Claudia

    6 de julho de 2016 at 08:00

    Que matem todos os vagabundos que fazem arruaça em locais residenciais. Pq não vão pro pistão? Miseráveis. Gentinha fuleira. Pq é pobre tem que ser fuleiro, é? Não tem respeito plas pessoas que moram no local, trabalham e precisam descansar. Kd a Sucom pra confiscar o som desses vagabundos, inúteis, retardados?

    • Anderson

      7 de julho de 2016 at 09:47

      Acorde! Sucom só existe pra trabalhadores, como todos os outros órgãos que só existem pra pessoas de bem

      • Claudia

        7 de agosto de 2016 at 17:34

        Meia verdade! Sucom só age em áreas nobres. Vá um vagabundo desse fazer a baixaria dele numa área residencial nobre, uma alameda das espatódeas, por exemplo. Rapidinho atendem o chamado. Gestão municipal, ordem e descanso somente para os ricos. Os pobres que se lasquem!

  2. LUIZ HENRIQUE PINHEIRO DA SILVA

    5 de julho de 2016 at 14:07

    boa tarde,os finais de semana aqui na cajazeira 10 ,setor 2 é um inferno.Muito barulho durante todo dia e na maioria das vezes noite a dentro.Musicas de gosto duvidoso,de conteúdo pornográfico e avacalhando as mulheres.Chega a ter vários carros disputando quem tem carro com mais potencia sonora e quem tem que aturar são os moradores.Respeito zero com relação aos moradores.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by themekiller.com anime4online.com animextoon.com apk4phone.com tengag.com moviekillers.com